Tipos de Rede Sem Fio

Se você é estudante de redes, ou  que pretende estudar redes de computadores acompanhe nossa dica. Porém este é o crescimento para que você possar, entender e estimular seus conhecimentos.

Antes de começa falar dos tipos de rede sem fio, acompanhe primeiro a origem das redes sem fio, para que você venha entende melhor do assunto.

Origem das redes sem fio 

O primeiro sistema de computadores que empregou as técnicas de radiodifusão em vez de cabos ponto a ponto foi o sistema aloha, na década de 1970. Naquela época, as linhas telefônicas disponível eram caras e de péssima qualidade, não oferecendo confiabilidade na transmissão  de dados. Entretanto, a necessidade de interligação girava em torno da ligação de sub-redes de universidades ( Separadas em blocos) aos equipamentos ativos centrais, pois a origem e o destino não estavam muito distantes.

Quando surgiu, o sistema aloha transmitida dados a 9.600 bps, utilizando transmissores e receptores de rádio FM. Nesse sistema, quando tem dados a enviar, uma estação simplesmente faz a transmissão. Se receber os dados a enviar, uma estação; se não receber tal confirmação dentro de um intervalo de tempo predefinido, a estação faz a retransmissão dos dados.

Os tipos de redes sem fio

Tipos de Rede Sem Fio

Imagem Ilustrativa

O padrão 802.11, refere-se a uma família de especificações desenvolvidas pelo IEEE para redes sem fio ( wireless ). Seu objetivo é padronizar os equipamentos de redes sem fio, a fim de evitar que cada fabricante produza um equipamento diferente, o que gera incompatibilidade. A especificação do padrão 802.11 foi aceita em 1997 e define uma interface entre um computador sem fio e o seu ponto de acesso, e entre dois computadores sem fio. Fazendo uma analogia com o modelo de referência OSI, o padrão 802.11 define a camada de controle de acesso ao meio ( MAC ) para transmissões de dados em redes sem fio. Isso quer dizer que a camada LLC não muda, ou seja, esse padrão torna a comunicação transparente para as camadas superiores.

O Padrão 802.11b, foi o primeiro desenvolvido pelo IEEE especificamente para redes Ethernet sem fio. Esse padrão foi desenvolvido a fim de suprir as necessidades e as expectativas das empresas. Esse padrão pode operar tanto na topologia ad-hoc quanto na topologia cliente/servidor. Nesta, todo o tráfego da rede passa pelo ponto de acesso sem fio, enquanto na topologia ad-hoc, os computadores trocam dados diretamente entre si.

O padrão 802.11a, foi o segundo desenvolvido pelo IEEE e é, em média, cinco vezes mais rápido do que o padrão 802.11b, chegado a transmitir dados a 54Mbps. Esse padrão opera na frequência de 5.8GHz e utiliza a técnica OFDM ( Orthogonal Frequency Division Multiplexing ).

Alem disso, disponibiliza até oito canais pro ponto de acesso, o que possibilita maiores taxas de transmissão para uma quantidade maior de usuários simultâneos.

O padrão 802.11g, recentemente, o IEEE publicou o padrão 802.11g que teve como objetivo combinar o melhor dos padrões 802.11a e 802.11b, transmitido dados a 54Mbps e utilizando a frequência de 2,4GHz. Essa frequência é liberada sem necessidade de pedir licença á Anatel para ser utilizada. O padrão 802.11g é totalmente compatível com o padrão 802.11b, ou seja, pontos de acesso 802.11g podem transmitir dados de placas de rede padrão 802.11b.

O padrão  802.11e foi desenvolvido como o objetivo de melhorar a qualidade do serviço ( QoS ) em  ligações telefônicas, transmissão de vídeo de alta resolução e outras aplicações multimídia. Com esse padrão, será possível que certos tipos de tráfego em redes sem fio sejam prioritários em relação a outros. Uma rede sem fio poderá garantir que ligações em telefones IP e conteúdo multimídia sejam devidamente acessados tanto em redes sem fio como em redes cabeadas.

O padrão 802.11i é baseada no padrão de encriptação avançada ( AES ) que suporta chaves de criptografia de 128,192 e 256 bits. Esse padrão tem como objetivo resolver o problema de segurança existente nas redes sem fio.

Bluetooh é uma tecnologia também utilizada em redes sem fio que segui um caminho de desenvolvimento diferentes da família 802.11.

Estas são as relação de gêneros de redes sem fios, que tem como função entender os tipos de cada redes.

Fonte: http://www.informaticadicas.com.br/rede-sem-fio/tipos-de-rede-sem-fio/
Rate this post

Leave a Reply

onze − nove =